Em 1º Evento IRELGOV no Rio de Janeiro, o IRELGOV apresentou os resultados da 2ª fase da Pesquisa de Reputação dos Profissionais de Rel Gov e recebeu convidados para um debate
21 de maio de 2018

 

Na última terça-feira, dia 15 de maio, em seu primeiro evento no Rio do Janeiro, o IRELGOV, com apoio da Comissão de Anticorrupção, Compliance e Controle Social dos Gastos Públicos da OAB-RJ, apresentou os resultados da 2ª fase da Pesquisa de Reputação dos Profissionais de Rel Gov.

O evento foi aberto por Gabriel Di Blasi, membro da comissão e conselheiro do IRELGOV. A diretora de eventos e captação, Leila Kapetanovic Rodrigues, foi responsável pela exposição dos resultados da pesquisa, que foi seguido de um debate com três profissionais da área de relações governamentais: a responsável pela área de assuntos institucionais e governamentais da ExxonMobil, Valéria Rossi, a coordenadora de desenvolvimento institucional do Instituto Igarapé, Mariana Rondon e o diretor de relações governamentais da Coca-Cola, Victor Bicca Neto. Eles falaram sobre os desafios à reputação do profissional de relações governamentais em um ambiente politicamente atribulado, transparência e consistência da mensagem como ferramentas de trabalho foram o tema.

A pesquisa mostrou, entre outros pontos, que os participantes valorizam um código de conduta transparente na prática das relações governamentais e acham que a profissão deve ser regulamentada. “Oitenta por centro afirmaram que é legitimo atuar em favor dos interesses de uma organização em detrimento de interesses de outros grupos sociais, mas a ética foi apontada como limite principal para a atuação”, afirmou Rodrigues.

A diretora instigou os presentes a refletirem sobre questões levantadas pela pesquisa sobre a prática do lobby, como, por exemplo, se é possível o profissional de relações governamentais ser transparente e ético nas relações com o governo, por que a maioria dos profissionais disseram ser a favor da regulamentação e qual seria o principal entrave para o desenvolvimento da atividade no país.

No dia 19 de fevereiro, o Ministério do Trabalho incluiu na lista da Classificação Brasileira de Ocupações (CBO) a ocupação profissional denominada “Profissional de Relações Institucionais e Governamentais” dentre suas atividades e, na descrição sumária, está a defesa de interesses junto aos tomadores de decisão política.

Texto extraído do site da OAB: http://www.oabrj.org.br/noticia/112380-pesquisa-sobre-relacoes-governamentais-e-apresentada-em-evento

 

Confira abaixo o áudio do evento, ou faça o download aqui

Veja os resultados da pesquisa.

 

no images were found

 

 



Agenda:

Para receber as novidades, materiais e artigos do IRELGOV diretamente em seu e-mail


Inscreva-se