Guia de Melhores Práticas da Atividade de Relações Governamentais


O Instituto de Relações Governamentais (IRELGOV) lançou, nesta segunda-feira (30/09), o Guia de Melhores Práticas da Atividade de Relações Governamentais. A publicação apresenta as diretrizes básicas para a atuação dos profissionais de relações governamentais, esclarecendo normas e valores aplicáveis à atividade e servindo como material simplificado de orientação de conduta. A publicação do Guia está diretamente ligada aos dois pilares de atuação do Instituto, que são Educação e Reputação.

A coordenação dos trabalhos para a produção do Guia de Melhores Práticas da Atividade de Relações Governamentais foi de Kelly Aguilar, Fernanda Burle, Erik Camarano e Valeria Café. A publicação teve contribuição de Alessandra Gualberto, Andréa Gozetto, Bárbara Teles, Cinthia Battilani, Edgard Usuy, Eriça Tomimaru, Fabiana Parajara, Fábio Rua, Juliana Celuppi, Michel Neil, Shirley Emerick e Vander Giordano.

Em 2017, o IRELGOV criou um grupo de estudo para o desenvolvimento do guia de melhores práticas. Ele foi uma criação colaborativa de profissionais que atuam no mercado e conhecem os desafios enfrentados no cotidiano das relações governamentais, sempre pautados pelos princípios da ética, da legalidade e da transparência. Vale ressaltar que o trabalho desses profissionais foi em caráter voluntário em torno da causa de contribuir para o desenvolvimento e fortalecimento das relações governamentais no Brasil.

O principal caminho para que a atividade de relações governamentais alcance maior reconhecimento é por meio do aprimoramento técnico daqueles que a exercem. Ao difundir conhecimentos aplicáveis e úteis à atuação dos profissionais de relações governamentais, o Guia pretende contribuir objetivamente para o seu aprimoramento.

A elaboração do Guia teve como base as normas que regem as relações entre o público e o privado em âmbito federal, bem como as melhores práticas nacionais e internacionais sobre o tema. O conteúdo também está alinhado com a Carta de Princípios do IRELGOV, que norteia sua atuação na legitimidade, legalidade, transparência e boas práticas.

O documento recomenda ações gerais, que deverão ser observadas e traduzidas de acordo com o modelo e as particularidades de cada entidade e profissional de relações governamentais. Essas sugestões são condutas e preceitos abertos, não estão materializadas em formas e padrões específicos. Cabe a cada profissional e ao próprio mercado avaliar sua aplicação, conforme pertinência e compatibilidade com seu modelo de atuação.

A intenção deste guia não é propor regras ou estabelecer punições para quem não as cumprir. Trata-se de um guia de recomendações que pretende contribuir de forma objetiva para o aprimoramento da atividade profissional.

O Guia propõe instituir o Comitê de Melhores Práticas em Relações Governamentais e estabelece mecanismo de acompanhamento das atividades realizadas pelos associados do IRELGOV, fixando parâmetros e dirimindo dúvidas sobre a atuação desses profissionais no caso concreto.

Este Guia, a Carta de Princípios e o Estatuto do IRELGOV constituem os principais documentos a serem observados pelos associados no seu dia-a-dia, seja em resguardo da própria imagem, seja para promoção da reputação de todos profissionais de relações governamentais.

 

Faça aqui o download:  Guia de Melhores Práticas da Atividade de Relações Governamentais

Agenda:

Para receber as novidades, materiais e artigos do IRELGOV diretamente em seu e-mail


Inscreva-se